Jornal A Voz da Figueira

Switch to desktop Register Login

A Voz da Figueira

A Voz da Figueira

Deixe-nos a sua opinião

Website URL:

Autor do livro “O tesouro da montanha”


O figueirense Alberto Cristóvão foi escolhido como autor do ano na Escola Pedro Teixeira, em Cantanhede, e o livro infantil “O tesouro da montanha” foi distribuído pelos alunos.


Este livro «ultrapassou todas as expetativas. Teve uma recetividade entusiástica e naturalmente isso deixa- me muito satisfeito», refere ao nosso jornal Alberto Cristóvão.

Excerto da Notícia - Edição de 14 de Janeiro de 2015

Cidade viveu vários dias de festa com muito público


A Figueira da Foz viveu vários dias de festa, com cerca de 21 mil pessoas na passagem de ano e também muito público nos concertos de sexta-feira e sábado, culminando o programa de animação com a tradicional Espera de Reis que se realizou na noite de segunda-feira (ver última página).


O presidente da Câmara Municipal ficou «satisfeito» com este modelo de programação alargada (de 31 a 5 de janeiro), que «cumpriu os propósitos» e ajudou ao retorno dos operadores turísticos. João Ataíde sublinha que «a adesão do público e reconhecimento dos próprios artistas que ficam satisfeitos levanos a ficar satisfeitos porque a cidade afirma-se como referência, na região centro, para este tipo de eventos de dimensão alargada. Temos caraterísticas e condições excelentes para acolher bem grandes eventos, espetáculos musicais e de consagração destas datas mais festivas».

Excerto da Notícia - Edição de 7 de Janeiro de 2015

Aberto a visitas às quartas-feiras à tarde


A caminho dos 93 anos de funcionamento, o Farol do Cabo Mondego está entre os 20 principais faróis do país. Agora está aberto às quartas-feiras para quem queira subir à mítica torre para se deslumbrar com a ótica e com a perspetiva única sobre o mar.

Sabia que o Farol do Cabo Mondego inclui-se nos 20 principais faróis do país, pelo local de implementação e perigosidade dos cabos, que exigem um maior alcance da luz, e que a sua ótica foi instalada em 1922, mas é centenária, pois já antes funcionara no Farol do Penedo da Saudade, em São Pedro de Moel?

E sabia que nenhum farol emite feixes de luz iguais, sendo que a característica do Farol do Cabo Mondego é emitir quatro raios luminosos a cada 20 segundos de uma volta completa?


Pois bem, isto e muito mais pode ficar a saber numa visita ao Farol do Cabo Mondego, agora aberto ao público todas as quartas-feiras entre as 13h30 e as 16h30 (última subida à torre às 16h00) e no verão das 14h às 17h. Trata-se de uma iniciativa da Marinha Portuguesa, que permite assim visitas gratuitas a 29 faróis no país (continente e ilhas), sem necessidade de marcação prévia. As visitas a faróis, tal como ocorria anteriormente, podem continuar a ter lugar fora das datas e horários definidos, carecendo no entanto de autorização prévia.

Excerto da Notícia - Edição de 7 de Janeiro de 2015