Jornal A Voz da Figueira

Switch to desktop Register Login

A Voz da Figueira

A Voz da Figueira

Deixe-nos a sua opinião

Website URL:

Uma semana de Festimaiorca arranca esta sexta

quinta, 17 julho 2014 16:29 Publicado em Cultura

O FestiMaiorca (Festival Internacional de Folclore de Maiorca) vai trazer ao concelho, entre 18 e 25 de julho, a riqueza da diversidade do folclore nacional e internacional. Esta 40.ª edição conta com a presença de cinco grupos internacionais oriundos do Rússia, Perú, Argentina, África do Sul e Sri Lanka, estes últimos pela primeira vez com representação no festival. Somam-se aos internacionais, 11 grupos portugueses de reconhecido valor folclórico, num total de 750 participantes. A organização é da Casa do Povo de Maiorca e o festival desenvolve-se sob o signo de qualidade CIOFF (Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore).


O evento começou em 1975, pelas mãos de António Maia Cardoso, Manuel Pinto da Costa (já falecidos) e de José Maria Verdete. Foi crescendo e ocupa hoje um lugar de destaque no calendário dos festivais internacionais que se realizam em Portugal. O programa deste ano inclui atuações em Maiorca, na Figueira da Foz (Praceta Ledesma Criado) e em alguns lugares do concelho (Alhadas, Lavos, S Pedro, Saltadouro, Serra da Boa Viagem, Quiaios e Mercado Municipal Eng.º Silva) e de Montemor-o-Velho. Os grupos estrangeiros são os seguintes: Argentina – La Compañía Argentina de Arte Folklórico –C.A.F. de la Ciudad de General Roca; África do Sul - Asibuye Emasisweni Taxido – Joanesburgo; Perú - Cosandama Qhaswa Peru - Cidade Lima; Rússia - Folk Russian Company “Kamushka”- Cidade de Perm; e Sri Lanka - Sausiri Dance Academy – Cidade Minuwangoda.

Excerto da Notícia - Edição de 16 de Julho de 2014

Um espaço que honra a ligação ao mar e que permite um projeto dinâmico mais amplo


Foram muitas as pessoas que partilharam a cerimónia de inauguração da recuperação da Casa dos Pescadores, na Costa de Lavos, que incluiu corte da fita e bênção.

Um espaço onde se respira a ligação deste povo ao mar, com vários apontamentos e artefactos de pesca, fotografias, uma galeria aberta aos artistas, uma “biblioteca” com obras onde os temas da pesca e do mar marcam naturalmente presença.


A Casa dos Pescadores serve o objetivo de honrar esta história piscatória, mas tem também um intuito formativo e social, pretendendo jazer jus ao nome e ser mesmo um local onde as gentes do mar se sintam em casa. Ali têm um bar e pátio onde podem conviver, partilhar memórias ou até jogar às cartas. Mas, podem também transmitir o seu saber nas “Oficinas do mar”, espaço onde não faltam aprestos ligados às artes de pesca e onde «os mais velhos vão passar os seus conhecimentos aos mais novos», sublinhou na apresentação o presidente da Assembleiageral do Club Desportivo da Costa de Lavos, Carlos Silva. Há também uma sala destinada à formação, preparada para aulas de bordados e ações certificadas, estando a ser desenvolvidas «parcerias para trazer uma oferta formativa considerável», anunciou Carlos Silva

 

Excerto da Notícia - Edição de 16 de Julho de 2014

Naval começou a trabalhar esta semana

quinta, 17 julho 2014 16:19 Publicado em Desporto

Campeonato Nacional de Seniores

A equipa navalista iniciou os trabalhos na passada segunda- feira, com o plantel possível de momento, treze jogadores estão já vinculados, três deles, um brasileiro (Michel) e dois ingleses (Ben e Alfee) devem apresentar-se esta semana.


Quanto ao restante plantel, compareceram mais 15 jogadores que agora estão a ser submetidos a um período de observação tentando ganhar um espaço no plantel que o treinador Tiago Raposo não quer que exceda os 24, 25 jogadores.

 

Excerto da Notícia - Edição de 16 de Julho de 2014