Jornal A Voz da Figueira

Switch to desktop Register Login

A Voz da Figueira

A Voz da Figueira

Deixe-nos a sua opinião

Website URL:

Última etapa arranca na Figueira da Foz

quinta, 16 junho 2016 10:02 Publicado em Desporto

Ciclismo - 37.º Grande Prémio ABIMOTA

O 37.º Grande Prémio ABIMOTA realiza-se de 10 a 12 de junho. Uma das provas mais antigas do calendário velocipédico nacional, logo a seguir à Volta a Portugal em Bicicleta, e uma das mais carismáticas, pela sua ligação a uma entidade como a ABIMOTA, vai ligar Almeida a Águeda percorrendo 455 kms durante três etapas. Esta será, provavelmente, uma das provas mais coloridas do calendário nacional com a atribuição de 8 camisolas, entre oficiais e particulares, que mais uma vez inclui a Figueira da Foz numa das suas etapas


A 1ª etapa disputa-se a 10 junho, entre Almeida – Sabugal |154,3 kms. A 2ª Etapa, a| 11 junho, Mação – Proença-a-Nova |145,7 kms e a 3ª Etapa disputa-se a 12 junho, entre a Figueira da Foz - Águeda |155,3 kms. Neste domingo cumpre-se o derradeiro dia de prova. A Figueira da Foz irá receber toda a caravana para uma partida no parque das gaivotas que será dada às 13h25.

Excerto da Notícia - Edição de 15 de junho de 2016

A praia é o destino natural no verão, mas algumas praias da Figueira têm mais um motivo de atração: a “Arte” (legalmente classificada de “Arte-Xávega”).

Uma pesca artesanal emblemática que continua a motivar atenções e, quando chegam as redes, eis que logo se juntam os turistas para apreciarem ou dar até uma ajudinha.


Desde o início de junho que a “Arte” tomou vigor e agora só se o mar estiver muito “picado” é que o barco de meia-lua não se faz ao mar, lançado pelo trator, desafiando a rebentação, naquela que é a ação mais perigosa desta faina. Depois dá-se o lanço, largando o cabo e a rede.

Chegados a terra há que puxar o aparelho, durante cerca de uma hora, e controlar a chegada paralela das mangas da rede para não despescar.

Só quando o saco chega a terra é que os pescadores veem o fruto do seu labor. Mas, o trabalho não se fica por aí, há ainda que escolher o peixe, para vender na praia aos banhistas e também na lota, enquanto o arrais (mestre) e os homens das redes têm a seu encargo a preparação da embarcação para nova faina.

Excerto da Notícia - Edição de 15 de junho de 2016

A Sala do Catálogo da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC) está a acolher a exposição bibliográfica e documental Joaquim de Carvalho, originalmente organizada pelo Departamento de Cultura da Câmara Municipal da Figueira da Foz.


A inauguração realizou-se na segunda-feira, com uma visita guiada por Paulo Archer de Carvalho, do CEISXX.

A exposição, que é composta por seis vitrines que “ recriam” o percurso pessoal e profissional de Joaquim de Carvalho, e por uma mão cheia de painéis cronológicos, estará patente até 10 de agosto.

Excerto da Notícia - Edição de 15 de junho de 2016