Jornal A Voz da Figueira

Switch to desktop Register Login

A Voz da Figueira

A Voz da Figueira

Deixe-nos a sua opinião

Website URL:

FIGUEIRA DA FOZ RECEBE MAIS UMA LOJA MULTIOPTICAS

sexta, 12 agosto 2016 10:02 Publicado em Negócios

 A inauguração será na próxima sexta-feira, dia 12 de agosto

É já no dia 12 de agosto que vai abrir, na Figueira da Foz, uma nova loja MultiOpticas. Na região já existe uma loja do grupo Grandvision, à qual se junta esta nova aposta, que terá lugar na Rua da República nº 232/236. 

 

O novo espaço estará de acordo com o inovador conceito de loja Top Store, acompanhado da sua nova identidade gráfica em que se insere hoje a MultiOpticas.


A insígnia confirma o reconhecimento por parte do público, assegurado pela forte notoriedade alcançada desde sempre e pela conquista, ano após ano, dos selos Marca de Confiança e Escolha do Consumidor, com a transformação e evolução dos seus principais slogans: ‘a melhor oferta sempre’ e ‘n.º 1 em serviços óticos’, agora com o mote ‘o nº 1 está à vista de todos’. o ignored

 

Para marcar esta inauguração, a MultiOpticas, em parceria com a marca Ray-Ban, irá oferecer uma experiência única ao disponibilizar uma plataforma elevatória que irá permitir ao público ver a Figueira da Foz de uma perspetiva especial e registar o momento numa foto panorâmica.

Notícia - Edição Digital

Entidades realçaram a importância científica e a mais-valia turística


O “Golden Spike” no Cabo Mondego identifica-o como a melhor representação do andar bajociano do Jurássico. Uma importância geológica de relevo, a que se junta todo um potencial educacional e geoturístico a ser explorado.

Trata-se de uma «referência internacional na geologia de todo o mundo» e há necessidade da comunidade «perceber a importância do sítio». Considerandos de Santley Finney e Stephen Hesselbo, responsáveis da Comissão Estratigráfica do Jurássico da União Internacional de Ciências Geológicas, acerca do Cabo Mondego, no domingo, data em que as falésias da Murtinheira receberam o “Prego de Ouro”, (GSSP – Global Stratigraphic Section and Point), que assinala aquele como o único local do mundo que corresponde à base do andar bajociano (há 176 milhões de anos).


A cerimónia contou com a presença de figuras internacionais e nacionais, como o presidente do Comité Nacional para o programa Internacional de Geociências Abreu Sá, responsáveis da UNESCO, da Universidade de Coimbra, do ICNF, entre outros.

Excerto da Notícia - Edição de 27 de julho de 2016