Jornal A Voz da Figueira

Switch to desktop Register Login

A Voz da Figueira

A Voz da Figueira

Deixe-nos a sua opinião

Website URL:

Verão na Figueira com indicadores positivos

quinta, 11 setembro 2014 13:29 Publicado em Destaques

TURISMO

OS PRIMEIROS INDICADORES RELATIVOS À ÉPOCA BALNEAR APONTAM PARA UMA BOA PRESENÇA DE TURISTAS ESPANHÓIS, QUE ESTE ANO VOLTARAM A ELEGER A FIGUEIRA COMO PRAIA DE FÉRIAS, FAZENDO LEMBRAR OUTRAS ÉPOCAS. MAS, O VERÃO CINGE-SE, CADA VEZ MAIS, AO MÊS DE AGOSTO E, SE A RESTAURAÇÃO E HOTELARIA MANIFESTAM SATISFAÇÃO POR TEREM RECUPERADO FACE AO ANO PASSADO, NA PRAIA DA CLARIDADE O DESALENTO DOS CONCESSIONÁRIOS É TÃO GRANDE QUANTO O EXTENSO AREAL QUE AFASTA BANHISTAS. O TURISMO CONTINUA A SER UM DOS SETORES MAIS MARCANTES NA FIGUEIRA DA FOZ E A VOZ DA FIGUEIRA DÁ-LHE A CONHECER O PRIMEIRO BALANÇO DOS INTERVENIENTES LOCAIS…

A Câmara Municipal está a proceder à análise dos diversos indicadores que permitam fazer um balanço do verão de 2014, mas respondendo à solicitação deste jornal, o gabinete da presidência avança que se regista «com agrado» uma «elevada taxa de ocupação nas unidades hoteleiras e um maior consumo junto da restauração, o que indicia que o verão foi um sucesso para o sector». O mercado espanhol «continua a liderar a preferência dos estrangeiros, seguido do mercado Francês (em franca expansão) e do Alemão». A autarquia apurou ainda que a Figueira da Foz regista um «aumento significativo de turistas ingleses, holandeses e italianos». 


Dos dados disponíveis até ao momento, concluem que «mais de 60% dos nossos turistas são portugueses que escolhem a Figueira da Foz como destino turístico devido às relações de proximidade, às ofertas existentes para a família e ainda devido ao plano de animação e programação cultural».

Excerto da Notícia - Edição de 10 de Setembro de 2014

Escolas a postos para o novo ano letivo

quinta, 11 setembro 2014 13:26 Publicado em Educação

Aulas começam no dia 15

O novo ano letivo está à porta e as escolas do concelho vão voltar a ganhar vida. O cheiro a novo dos manuais, as gargalhadas e a vivacidade das crianças, o entusiasmo do reencontro dos jovens, voltam a trazer dinâmica às escolas. No concelho, a receção aos alunos está marcada para sexta-feira e as aulas começam no dia 15.

A Voz da Figueira foi saber como estão os preparativos para o ano escolar, sendo que a falta de colocação de alguns professores em horários incompletos é a nota mais significativa. De resto, as escolas do concelho estão a postos para o ano letivo 2014-2015.

Após um período estival que foi aproveitado para intervenções de manutenção, esta semana estão a terminar alguns ajustes para que na segunda-feira tudo esteja pronto para o arranque das aulas. O pré-escolar e o 1.º ciclo estão a cargo da autarquia e o vereador da educação assegurou, ao nosso jornal, que está tudo «a postos para um bom arranque do ano letivo». António Tavares explicou que, pela primeira vez e de acordo com as novas diretrizes, levaram a efeito um concurso público para o fornecimento de refeições escolares, sendo que em algumas das freguesias delegaram competências às juntas para ajustes diretos.


«Na maioria das freguesias, mantêm-se as IPSS que prestavam esse serviço», adianta. Também o prolongamento de horário foi sujeito a concurso público e, nesta última semana, têm-se ultimado reuniões entre os agrupamentos de escolas e a empresa vencedora. 

Excerto da Notícia - Edição de 10 de Setembro de 2014

Maratona de cinema até domingo

quinta, 11 setembro 2014 13:23 Publicado em Cultura

Festival com 118 filmes a concurso em exibição no CAE e em várias salas do concelho

Doze anos depois, a Figueira da Foz volta a ter um festival de cinema, desta feita o Figueira Film Art, que, desde segunda-feira e até domingo, proporciona a exibição de 118 filmes a concurso, provenientes de oito países diferentes (Canadá, Espanha, Portugal, Angola, Brasil, Holanda, Guiné, Inglaterra). A novidade vai para a categoria de videoclip e uma das mais-valias é que, além do CAE e do Casino Figueira serem as salas de eleições para as atividades, o evento leva a categoria de curtas a várias coletividades e salas do concelho, como o Museu do Sal e a Casa Havanesa. Além dos filmes a concurso, o festival tem a particularidade de apresentar um tema diferente para cada dia do evento: Festock e o futuro do cinema independente / cineastas figueirenses; Cinemateca: património e restauro do cinema português; Workshop Timelapse- Media; Cinema independente brasileiro, ministrado por Sihan Felix, que já esteve presente na sessão de abertura na noite de segunda-feira, e Laísa Trojaike. 


Os colóquios têm a moderação de Miguel Babo, também autor de películas em exibição, uma vez que neste festival é dado também destaque a filmes da Figueira ou de figueirenses.

Excerto da Notícia - Edição de 10 de Setembro de 2014