Jornal A Voz da Figueira

Switch to desktop Register Login

A Voz da Figueira

A Voz da Figueira

Deixe-nos a sua opinião

Website URL:

Jogo muito interessante

sexta, 14 outubro 2016 11:32 Publicado em Desporto

Nacional de Iniciados (Naval, 1 – Pinguinzinhos, 1)


Numa manhã radiante de sol e convidativa para a prática desportiva, a partida entre Naval e Pinguinzinhos, foi um excelente espetáculo de futebol que terminou com um empate, resultado que premia as duas equipas pelo bom desempenho no jogo.


Se a primeira parte foi completamente dominada pelos jovens figueirenses, que marcaram cedo na transformação de uma grande penalidade (sem qualquer contestação), apontada por Costa (6m), a Naval na primeira parte só se pode lamentar de si mesmo por não ter aproveitado as boas ocasiões de golo que criaram e que poderiam ter resolvido a partida.

Excerto da Notícia - Edição de 12 de Outubro de 2016

Uma experiência que «muda a nossa perspetiva da vida e das coisas

Inês Pereira nasceu em Coimbra mas sempre viveu na Figueira da Foz. Tem apenas 18 anos mas, em agosto, decidiu embarcar naquela que foi uma experiência de vida com muitos ensinamentos: durante uma semana esteve a fazer voluntariado no apoio ao campo de refugiados em Calais (no noroeste da França). Uma semana que mudou a forma de ver o mundo que a rodeia.


Faz questão de não ser fotografada porque sente que deu apenas um pequeno contributo num mar de necessidades e com o seu testemunho quer meramente sensibilizar para esta causa e chamar a atenção para a importância de contribuir para a campanha nacional de angariação de bens que se está a desenvolver até dia 14 e que na Figueira da Foz tem como ponto de recolha a Cruz Vermelha (ver caixilho - versão impressa).

Excerto da Notícia - Edição de 12 de Outubro de 2016

Novo livro sobre a temática do jogo e dos Casinos


Quinze anos depois do primeiro livro, “O jogo em Portugal”, os autores voltam à temática e acabam de lançar nova obra sobre os casinos: “Fortuna ou azar – dupla improvável”.


Neste trabalho de António Jorge Lé (diretor artístico do Casino Figueira) e de José Pereira de Deus (inspetor de jogos), há referência de todos os casinos do país, inclusivamente a envolvência histórica, cultural e económica nas comunidades. As concessões, a legislação, quer dos jogos quer das profissões associadas (com destaque para os croupiers) estão também versadas no livro, onde não falta, o outro lado, o dos rituais e crenças, dos números e sorte ou azar e histórias curiosas.

Excerto da Notícia - Edição de 12 de Outubro de 2016